Extrações de Sisos (tercerios molares)

Quando o profissional avalia que será necessário de extrair o(s) siso(s), uma das primeiras coisas que o paciente diz que é: “- por que nascemos com o siso....”. Fazer um procedimento cirúrgico nunca é uma notícia que agrada aos pacientes, mas é muitas vezes necessário. 

Tenho que extrair os sisos?

Os terceiros molares normalmente necessitam ser extraídos devido à falta de espaço para que ele permaneça na boca. Ocorrem basicamente duas situações: ou o siso fica presente na boca parcialmente, com uma gengiva cobrindo alguma parte da coroa, ou o siso não chega nem a aparecer em boca. São poucos os pacientes que apresentam espaço para que o siso fique de forma adequada na boca. Na primeira situação, a gengiva que fica cobrindo parcialmente o dente prejudica muito a higienização, facilitando processos de infecção e inflamação, podendo gerar abscessos no rosto do paciente, e em muitas vezes causando dor por trauma da mastigação. Na segunda situação, que é bastante frequente, o dente nem chega a aparecer, o que pode significar que o paciente é um felizardo e pode não apresentar o germe dentário do siso (situações mais raras), ou o dente está preso entre as estruturas ósseas e dente adjacente. Nessas situações o dente pode apresentar uma variação grande de posicionamento, e isso interfere na dificuldade de realizar o procedimento.

  Existem algumas outras situações um pouco mais atípicas, que se referem a formação de lesões e tumores associados aos sisos, isso se deve ao potencial das células embrionárias do germe do siso. Algumas lesões podem ser mais simples e outras um pouco mais complexas.

Extracoes de Sisos terceiros molares

Posicionamentos distintos de sisos. O primeiro encontra-se parcialmente exposto na boca, enquanto o segundo está completamente retido e em posição horizontal.

Quando devo extrair os sisos, caso o procedimento precise ser feito?

Os sisos podem ser extraídos ainda na fase da adolescência ou em pacientes mais adultos. O momento ideal para se fazer a extração dos sisos, logicamente quando há a indicação, é entre 15 e 18 anos. Nessa fase, as raízes não estão completamente formadas, facilitando o procedimento cirúrgico, a recuperação e evitando possíveis danos às estruturas nobres próximas ao siso. Normalmente os pacientes tem indicação de extração pelo ortodontista, pois ele acaba tratando e acompanhando o crescimento de muitos pacientes, e a manutenção dos sisos pode interferir negativamente no seu tratamento. A maioria dos adultos acabam percebendo a necessidade de extração dos sisos somente após passar por algum momento de dor e infecção, pois acabam não sendo corretamente orientados quanto à necessidade de extração, mas o que mais ocorre é a negligência do paciente devido ao medo em realizar o procedimento.

As extrações de 3os molares inferiores normalmente são relacionadas à dor pelo paciente. No entanto, experiências ruins normalmente são relacionadas à: dificuldade do procedimento, profissionais pouco capacitados (tempo longo para a realização do procedimento), pacientes mal medicados e orientados, ou a pacientes que não seguem corretamente as orientações pós-operatórias. O sinal mais frequente no pós-operatório é o edema, inchaço. Isso está normalmente relacionado à recuperação do procedimento, é uma reação do organismo para sua cicatrização, que vai reduzindo lentamente ao longo da 1ª semana. Inchar é normal e isso é controlado com medicação. É extremamente importante seguir corretamente todas as recomendações pós-operatórias para se ter uma recuperação dentro da normalidade.

dr.lenio tognioDr. Lênio Togni

Especialista em Cirurgia Buco-maxilo-facial

Especialista em DTM

logon

Contatos

Email
contato@togniodontologia.com.br
Consultório
Av. Boqueirão, 667 - Igara, Canoas - RS, 92410-350

Telefones

Telefones
(51) 3051.1340
(51) 3477.1340

Pesquisar