Cirurgia Ortognática

A Cirurgia Ortognática é uma cirurgia corretiva, que visa devolver a função mastigatória baseada em princípios estéticos. Por uma questão de desenvolvimento facial e características genéticas, as estruturas ósseas da face podem não ser compatíveis em forma e tamanho para algumas pessoas, ou seja, não temos um bom encaixe da Maxila, que é o osso dos dentes de cima, com a Mandíbula, que é o osso dos dentes de baixo. Os tipos de alterações do padrão de face podem ser inúmeros. 

Tão importante quanto as alterações do tamanho dos ossos, são as alterações que ocorrem no perfil do rosto da pessoa, e que na verdade são consequências da primeira. É comum observarmos pacientes com o queixo mais evidente, mais para fora, ou o contrário, com o queixo mais para dentro, parecendo que o paciente tem pouco queixo. Essas observações no perfil do paciente tem um valor importante para a estética, e o posicionamento correto dos ossos maxilares é fundamental para dar esse suporte a representar a harmonia facial.

No entanto, muito além das queixas estéticas, existem alguns problemas causados por essas alterações, que podem passar desapercebido pelo paciente, uma vez que, por se tratar de um problema de desenvolvimento, o corpo vai se adaptando e o paciente trata essa alteração como normal. Dentre as mais importantes estão as alterações respiratórias: respirar muito pela boca, lábios secos, dificuldade de selar os lábios (tocar o lábio de cima e o de baixo em repouso), apneia obstrutiva do sono, estreitamento da cavidade nasal, ronco. Estas são questões relacionadas a função respiratória, que se tornam alteradas devido a diminuição dos espaços de passagem do ar que respiramos, e estão relacionadas ao mal posicionamento dos ossos maxilares. É comum alguns pacientes só descobrirem que respiravam mal após a realização da cirurgia.

Muitas vezes a diferença entre o tamanho das estruturas é muito pequena, e o tratamento pode ser realizado somente através do uso de Ortodontia (aparelho fixo). Porém, quando essa diferença extrapolar os limites de movimentação dos dentes, o tratamento Ortodôntico por si só não é possível, e a sua realização pode acabar prejudicando ao invés de beneficiar o paciente. Nessas situações, principalmente, temos a indicação de Cirurgia Ortognática. O tratamento passa a ser planejado por um Cirurgião Buco Maxilofacial em conjunto com um Ortodontista, pois teremos que realizar movimentação dos dentes, o tratamento Ortodôntico, associado a um momento final em que se realiza a Cirurgia Ortognática para encaixar corretamente os ossos da Maxila e Mandíbula e fazer com que o paciente ganhe além de um encaixe entre os dentes, um rosto mais harmônico.

ortognatica2

Ilustração antes e depois da Cirurgia Ortognática. Situação em que o osso da Maxila é pequeno e osso da Mandíbula é grande.

ortognatica3

Ilustração de antes e depois da Cirurgia Ortognática. Situação em que o osso da Maxila é normal e osso da Mandíbula é pequeno.

Caso você esteja se achando algumas semelhanças com o seu caso, consulte um profissional capacitado para avaliação, pois os benefícios, como já falamos, vão muito além de um sorriso mais bonito, é um procedimento que visa melhorar a qualidade de vida e consequentemente a autoestima. Embora a palavra cirurgia seja um pouco assustadora, alguns esclarecimentos ajudam o paciente a entender a verdadeira necessidade do tratamento.

dr.lenio tognio

Dr. Lênio Togni

Especialista em Cirurgia Buco-maxilo-facial

Especialista em DTM

logon

Contatos

Email
contato@togniodontologia.com.br
Consultório
Av. Boqueirão, 667 - Igara, Canoas - RS, 92410-350

Telefones

Telefones
(51) 3051.1340
(51) 3477.1340

Pesquisar