Óxido Nitroso

oxido Nitroso

Você já ouviu falar sobre óxido nitroso?

Provavelmente sim, mas talvez não saiba explicar exatamente como funciona e quando é utilizado. O mais comum é associar a algumas cenas de filmes em que as pessoas usam o gás e começam a dar risadas e fazer algumas besteiras, mas não se preocupe, pois isso não tem nada a ver com a técnica utilizada para anestesia. Inclusive causa uma compreensão errada e um certo medo, desestimula algumas pessoas a cogitar essa técnica.

O óxido nitroso, que é conhecido como gás hilariante ou gás do riso, é um gás que quando utilizado em doses controladas promove sedação, ou seja, pode deprimir algumas percepções do cérebro, dando uma sensação de conforto e leve diminuição da dor, diminuindo bastante a ansiedade. 

Na realidade o óxido nitroso foi o primeiro anestésico utilizado na história, em 1845, quando o Dr. Horace Wells demonstrou em público um procedimento de extração dentária, isso tudo após ter observado o seu efeito sobre a falta de sensação de dolorosa nas pessoas que utilizavam o gás. Naquela época, o gás era utilizado de forma recreativa em festas e eventos.

No Brasil, a sua utilização na odontologia foi regulamentada somente em 2002, o que parece estranho e causa desconhecimento, pois sempre foi uma técnica utilizada nos EUA e Europa de forma segura desde seu descobrimento.

Como funciona o óxido nitroso na odontologia?

Em função do desconhecimento, a maioria das pessoas tem medo de utilizar o óxido nitroso. Na verdade, o óxido nitroso ajuda muito no controle da ansiedade. Pacientes que tem pânico de dentista conseguem relaxar e permitir que seja realizado o procedimento odontológico, sem aquele pavor em sentir dor.

O procedimento com sedação com óxido nitroso exige que se tenha um equipamento para administre uma mistura de óxido nitroso e oxigênio no nariz do paciente, através de uma máscara nasal. O paciente necessita inspirar essa mistura de gases para poder sentir o efeito sedativo. A técnica é extremamente segura, desde que respeitando algumas orientações e avaliação inicial do paciente.

No entanto, a principal questão é que para que o gás chegue aos pulmões é necessário a colaboração do paciente, portanto, a compreensão, a confiança e a participação do paciente são extremamente necessárias.

O que acontece durante a sedação com óxido nitroso? Eu vou dormir?

Quando a dose de oxido nitroso atinge o nível adequado, o que o paciente percebe é uma sensação de relaxamento e uma leve diminuição de alguns sentidos, o que permite realizar o procedimento odontológico de uma forma mais tranquila. O paciente continua responsivo e consegue conversar com o dentista durante o procedimento. As pessoas têm medo não ter lembrança do que foi feito durante o procedimento, mas na verdade essa amnésia (perda de memória de algum momento) não ocorre com óxido nitroso.

Outra vantagem do óxido nitroso em relação à utilização de medicações que causam relaxamento é que após o termino da sessão com óxido nitroso o paciente pode seguir sua rotina normal, sem perda de qualquer sentido, podendo, por exemplo, dirigir seu veículo após a consulta.

Se for utilizado óxido nitroso, quer dizer que não preciso de anestesia?

Na verdade, precisa sim. Diferentemente do que muitos acabem pensando, o efeito analgésico (no que se refere a não sentir dor) é muito leve, há uma leve sensação de formigamento nas extremidades, como mãos e pernas, assim como lábio. Portanto, continua sendo necessária a utilização de anestesia convencional, porém, a infiltração é menos dolorosa.

Acho interessante? Se você achar interessante essa técnica para seu tratamento, nos procure para maiores informações. Você já não precisa mais ter medo de vir ao dentista. Aguardamos você.

logon

Contatos

Email
contato@togniodontologia.com.br
Consultório
Av. Boqueirão, 667 - Igara, Canoas - RS, 92410-350

Telefones

Telefones
(51) 3051.1340
(51) 3477.1340

Pesquisar